Após denúncias, SindiFarma discute relações trabalhistas da categoria em Teixeira

O Sindicato dos Farmacêuticos da Estado da Bahia (SindiFarma) realizou uma reunião neste sábado, 22 de julho, para discutir as relações trabalhistas da categoria com as novas grandes redes de farmácias.

De acordo com Eliane Simões, diretora jurídica do SindiFarma, a reunião é fruto de um encontro anterior promovido para atender denúncias dos farmacêuticos locais, “esse é o momento em que estamos aqui para conversar, inclusive tivemos ontem um momento para dialogar com os proprietários das farmácias teixeirenses, mas eles não apareceram”, disse.

Ainda segundo a diretora, o Sindicato quer mostrar o real papel do farmacêutico dentro da farmácia.

Dentre as denúncias feitas ao SindiFarma, estão o acúmulo e desvio de função – vendas e cumprimentos de metas, por exemplo –, além do não pagamento do piso à categoria, que é de R$ 4 mil. Atualmente, segundo a diretora, as farmácias teixeirenses tem uma média de salário para a categoria de R$ 1.500.

“Nós queremos que o farmacêutico seja realmente um agente da saúde com a responsabilidade social de cuidar das pessoas”, destacou Eliane.

Para o presidente da Associação dos Farmacêuticos do extremo Sul, Elismak Souza, a aproximação do sindicato com os farmacêuticos é muito importante para o conhecimento das dificuldades locais e busca por melhorias para a categoria. Da reunião deste sábado, foram retirados encaminhamentos para futuras discussões e resolução das dificuldades identificadas.

© 2014 Sindifarma Bahia, inc. Todos os direitos reservados. Av. Sete de Setembro, Sala 602, Ed. Barão do Rio Branco, Salvador, BA 40060-001
Tel.: (71) 3266-0464 / (71) 3266-6043

Navegação

Mídias Sociais